terça-feira, 29 de abril de 2008

tentáculos



Fragmentos duma história curtinha pra uma revista de TERROR que deve sair no meio do ano aqui em Brasília.

sexta-feira, 25 de abril de 2008

calaveras


Pedaço duma ilustra que estou fazendo pruma exposição na gringa.

segunda-feira, 21 de abril de 2008

...

mas esquecem de dizer
os efeitos colaterais da cidade

domingo, 6 de abril de 2008

antes dúvidas do que dívidas (é o que dizem)

Fui lá
cumprir a minha sina
de brasiliense nato

vencer a concorrência

garantir o leitinho
das futuras crianças

mas todo mundo está fazendo o mesmo

arrumamos
o feng shui da mesinha destra
na carteira de quinta série

enquanto os ambulantes ainda gritam lá fora:
-olha a água, chocolate, caneta preta!
-búzios, tarô, bola de cristal!

bzzzzzt
toca o sinal

liguei o detector de mentiras
das mentiras deslavadas por todos os lados

o polígrafo esferográfico

preenchendo os espaços
da cartela
da loteria

talvez eu deva
torrar minha grana toda
na loteria

quem sabe não aumentam
as minhas chances com as mulheres?

mas que sei eu de chances
enferrujado na matemática
contando nos dedos
as estatísticas do número de carros por habitante
do número de candidatos por cargos e vagas

e o relógio em contagem regressiva

conspirando com o torcicolo
pra me tirar da jogada
pra me tirar a compostura
e mandar logo tudo à merda

mas resisto bravamente
como tantas outras vezes
arrisco
rabisco

assino embaixo

esfrego a digital bem gorda
na prova do crime

esfrego a prova do crime na cara do fiscal

e agora é esperar

o contra-cheque no crédito
ou uma medalha de honra ao mérito

quinta-feira, 3 de abril de 2008

faça você mesmo

Quem não tem cão caça com gato
quem não tem banda
overduba-duba e grava tudo sozinho, pô.

Uma música é do começo desse ano, outra dos idos de doismilesseis ou cinco, duas de Julho do ano passado em Diamantina, e acabei inventando mais duas que gravei no mesmo dia.

O camarada Biu gentilmente hospedou a brincadeira na estante da Sirva-se Records.


Qualquer hora tem mais, música é o que não falta...

terça-feira, 1 de abril de 2008

primeiro de abril

Não tenha pressa de ler
os clássicos
Não tenha pressa de ouvir
os clássicos

Clássico é tudo aquilo que
a gente pode apreciar
sem medo do que os outros vão pensar

Repetindo os mesmos
velhos erros
ao invés de cometer
novos e outros erros?

-Deixamos os restos
mas pagamos a conta!

(Mentira tem perna curta)

Enquanto uma perna empurra
o mundo pra baixo
a outra empurra o corpo pra cima?

Na verdade
a coisa todo funciona mesmo
como um semáforo,
em qualquer ordem verdadeira:

pare
preste atenção
siga
preste atenção
pare
preste atenção
siga
preste atenção
pare


blackjack
vinteum
contar as cartas
do baralho
não é crime
nenhum


========================

BONUS TRACK