terça-feira, 10 de março de 2009

mudança

.
---
certa hora parei de me procupar com a mala de rodinhas estreitas e instáveis que tombava a cada passo e só podia ser levada virada para a frente e fui assim mesmo ladeira abaixo e lapa adentro até o ponto do 409 (mesmo assim suando bicas por conta do terreno acidentado de raízes e bueiros e bitucas e poças de chorume e urina da silvio romero, que me obrigavam a carregá-la no colo a cada novo obstáculo)
.
---se alguém perguntasse, eu diria calmamente:
---"estou levando ela pra passear"
---e passei até a acreditar mesmo nisso enquanto a danada da mala sem alça me puxava para as árvores postes e hidrantes e cheirava o traseiro das bolsas das senhoras, muito brincalhona e inconsequente, deixando para trás um rastro de meias e roupas sujas que eu patrioticamente recolhia

2 comentários:

dani disse...

sou contra patriotismo

ê. disse...

na verdade era pra ser cidadãmente, ou algo assim. cidadaniamente, como bom cidadão, bá.