quinta-feira, 19 de maio de 2016

leituras cruzadas e livre associação



Tenho lido vários livros ou trechos deles ao mesmo tempo, hábito que costuma levar a conexões interessantes e soluções inesperadas a questões que estejam rondando a minha cabeça no momento. Ainda mais agora, quando a ficção tem concorrência tão desleal com a própria realidade, alguns textos se destacam como alegorias do presente, interpretações possíveis e parábolas que me chamaram a atenção. Foi o caso recente do poema Hino Nacional, de Drummond, em "Brejo das Almas" (1934):

sexta-feira, 6 de maio de 2016

factótum: demos, 2008